Procurar:
Buscador avançado
Procurar
  English
  Español
  Français
  Italiano
Português
INÍCIO PROCURAR CONTATO
ACESSOS
Apresentação
A Escola Una
Os Congressos
Anuário
Conexões
FEEP
RadioLacan.com
Lacan Quotidien
LC Express
LC Express
EFP
FAPOL
Pacto de Paris
por SAMUEL BASZ, JORGE CHAMORRO, GUY CLASTRES, MANUEL KIZER, ERIC LAURENT, FRANÇOIS LEGUIL, JACQUES-ALAIN MILLER, JOAN SALINAS-ROSÉS
 
 

A Escola da Causa freudiana, criada e registrada em Paris (França) em 1981, representada por François Leguil, Presidente, e Guy Clastres, Diretor; a Escola do Campo freudiano de Caracas, criada em 1985 e registrada em 1986, em Caracas (Venezuela), representada por Manuel Kizer, Presidente; a Escola Européia de Psicanálise do Campo freudiano, criada e registrada em Paris (França) em 1990, representada por Éric Laurent, Secretário, e Joan Salinas-Rosés, Presidente da primeira Seção; a Escola de Orientação Lacaniana do Campo freudiano, criada no âmbito da "Fundação Euro-Argentina" registrada em Buenos Aires, em 1992, representada por Samuel Basz, Vice-presidente e Jorge Chamorro, Diretor; e a Associação Mundial de Psicanálise, criada e registrada em Paris (França) em 1992, representada por Jacques-Alain Miller, Presidente; estão de acordo sobre a seguinte declaração:
No momento de fundar sua Escola, a Escola Francesa de Psicanálise, no dia 21 de junho de 1964, Jacques Lacan lançava um apelo à "reconquista" do campo freudiano, destinada a recolocar a psicanálise em seu próprio caminho.
O apelo de Lacan ressoou mais além da dissolução da Escola que ele havia fundado - ressoou para além de sua morte, ocorrida em 9 de setembro de 1981 - ressoou longe de Paris, onde vivera e trabalhara. A extensão crescente, no decorrer dos dez anos transcorridos, da rede da Fundação do Campo freudiano (associação sem fins lucrativos), testemunham isso.
É chegado o momento de dar então o próximo passo.
No dia 3 de janeiro último, em Buenos Aires, a fundação da Escola de Orientação Lacaniana, elevando para quatro o número de Escolas do Campo freudiano, abriu no mesmo instante o caminho para a criação da Associação Mundial de Psicanálise. Essa criação recebeu a aprovação imediata das quatro Escolas, o encontro foi marcado para o dia 1 de fevereiro em Paris, a fim de ser assinado o documento presente.
Em consequência, a Escola da Causa Freudiana, a Escola do Campo Freudiano de Caracas, a Escola Européia de Psicanálise do Campo Freudiano, a Escola de Orientação Lacaniana do Campo Freudiano e a Associação Mundial de Psicanálise, concordam com o que se segue:
- que as quatro Escolas aderem neste dia à Associação Mundial de Psicanálise, que as aceita a título de membros institucionais;
- que os membros das quatro Escolas tornar-se-ão automaticamente membros da Associação Mundial, de acordo com as normas que serão estabelecidas pelo Conselho de cada Escola;
- que os títulos do gradus analítico concedidos pelas quatro Escolas, segundo os procedimentos estabelecidos, serão reconhecidos por cada uma e pela Associação Mundial.

Está igualmente admitido:
- que a primeira "Convocatória" da Associação Mundial ocorrerá em Caracas (Venezuela) em julho próximo;
- que a Associação Mundial terá sua Assembléia Geral a cada dois anos, na ocasião dos Encontros Internacionais do Campo freudiano, a primeira ocorrerá em 1994;
- que a Associação Mundial publicará um primeiro Anuário, e para esse fim, cada uma das Escolas comunicar-lhe-á no melhor dos prazos, com suporte informático, a lista de seus membros para inclusão nesse Anuário;
- que o valor da primeira cota anual dos membros da Associação será fixada pelos signatários, representando as quatro Escolas e a Associação Mundial.
Os signatários, enfim, estão de acordo em estabelecer, no mais breve dos prazos, o texto dos estatutos da Associação Mundial, que será anexada ao presente pacto.

Realizado em Paris, em 1 de fevereiro de 1992.

 

Versão no idioma original: Pacte de Paris (Francês)

 
Versão para imprimir Versão para imprimir
 

AS ESCOLAS
DA AMP >>
EBP ECF ELP EOL NEL NLS SLP